Polícia russa detém 100 pessoas por protesto contra impostos

Por Alexei Dovbysh VLADIVOSTOK, Rússia (Reuters) - A polícia russa prendeu neste domingo pelo menos 100 pessoas que protestavam contra medidas do governo ligadas à crise econômica.

Reuters |

Os policiais de choque desmontaram uma manifestação não aprovada organizada contra os novos impostos sobre a importação de carros, chutaram um participante enquanto ele estava detido e atiraram o equipamento de um cinegrafista no chão.

A polícia usou um megafone para ordenar que os manifestantes fossem para suas casas enquanto eles protestavam perto do centro da cidade de Vladivostok, e a polícia OMON começou a expulsar as pessoas após um impasse de 30 minutos.

A imprensa local afirmou que 100 a 200 pessoas, dos 500 manifestantes presentes, foram detidas, mas as autoridades se negaram a confirmar esse número. Mais protestos devem acontecer na Rússia neste domingo contra as tarifas para carros importados, que foram aumentadas para fortalecer as montadoras nacionais, que estão passando por dificuldades, e incentivar os russos a comprar veículos de segunda mão.

A crise econômica global prejudicou os mercados financeiros russos. O petróleo, uma grande fonte de receita estrangeira, teve seu preço reduzido de 147 dólares o barril para 40 dólares o barril em seis meses.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG