Polícia retira granada de veículo de ministro equatoriano

Quito, 23 jul (EFE) - A unidade contra explosivos da Polícia do Equador desativou hoje uma granada que se encontrava em um veículo de segurança do ministro de Eletricidade e Energia Renovável do país, Alecksey Mosquera.

EFE |

O motorista do veículo advertiu da presença do explosivo na parte posterior do veículo e avisou à Polícia, que retirou a bomba do 4x4, estacionado em um pátio do edifício onde funciona o ministério, informou hoje o canal de televisão "Teleamazonas".

O condutor, Javier Lascano, disse que conseguiu localizar a granada por acaso, quando se abaixou para pegar a chave do automóvel, a qual tinha caído.

Na manhã, contou o motorista, tinha lavado o veículo, sem perceber qualquer anomalia, mas disse que, mais tarde, viu uma luz acesa e, ao revisá-la, as chaves caíram, pelo que se abaixou e percebeu a granada.

O motorista não conseguiu imaginar em que local foi colocada a granada, mas indicou que, horas antes, tinha ido ao edifício onde funciona a Secretaria de Planejamento do Estado (Senplades), no centro de Quito.

A granada foi encontrada na lateral traseira do 4x4, que faz parte da caravana de veículos de segurança que acompanha o ministro em seus deslocamentos.

"Não sabemos exatamente que tipo de granada é, porque temos que esperar (as conclusões) que surgirem de todo o procedimento" de investigação, disse Ángel Moreno, do esquadrão antiexplosivos da Polícia.

Ele destacou que, por precaução, se obrigou à evacuação do pessoal que trabalha no edifício do ministério e de outros limites.

O poder dessa granada "pode destruir ao redor de três ou quatro veículos", afirmou Moreno, após indicar que a Polícia iniciou uma investigação do caso. EFE fa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG