Polícia religiosa saudita prende 21 suspeitos de homossexualismo

Riad, 21 jun (EFE).- A Polícia religiosa da Arábia Saudita prendeu 21 supostos homossexuais e apreendeu grande quantidade de álcool em uma operação na província de Al Qatif, no leste do país, informou hoje o jornal local Al Madina.

EFE |

Segundo o jornal, as detenções aconteceram nesta sexta após um cidadão informar às autoridades que ouviu barulhos estranhos em um prédio da região de Sihat.

A Polícia chegou ao local, no qual vários homens estavam reunidos e encontrou grandes quantidades de roupa íntima feminina e maquiagem.

As primeiras investigações dizem que os jovens se reuniram para comemorar o aniversário de um deles, que fugiu do local logo após a chegada da Polícia.

Em um primeiro momento, os agentes prenderam todos os homens presentes, mas depois liberaram vários deles por falta de provas.

O homossexualismo e o consumo de álcool são proibidos na Arábia Saudita, que aplica uma estrita versão do Islã wahhabista. EFE ma/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG