Polícia queniana detém 4 estrangeiros por suspeita de apoiar Al-Shabaab

Nairóbi, 29 jul (EFE).- A Polícia do Quênia está interrogando quatro pessoas com passaporte holandês que foram detidas na fronteira com a vizinha Somália sob suspeitas de colaborar com as milícias do grupo islâmico fundamentalista somali Al-Shabaab, informou hoje a rede de televisão queniana NTV.

EFE |

Os quatro detidos, três deles de origem marroquina e o outro somali, foram detidos na segunda-feira quando estavam a caminho de Kiunga, localidade próxima à fronteira comum, no nordeste do Quênia.

A "NTV" citou porta-vozes policiais que indicaram que "o Al-Shabaab está recebendo ajuda humanitária e técnica de estrangeiros, por isso suspeitamos que as quatro pessoas que temos sob custódia pretendiam fazer o mesmo".

No entanto, os quatro detidos, todos de 21 anos - segundo seus passaportes holandeses -, negaram as acusações e afirmaram ser turistas que viajavam pela área.

"Mas não havia nenhum ponto turístico onde foram detidos", disseram as fontes da Polícia, acrescentando que os quatro detidos "tinham alugado um trator para ir até Kiunga, uma viagem definitivamente suspeita, por isso serão transferidos a Nairóbi no final desta semana".

A área fronteiriça com a Somália é uma das mais perigosas do Quênia, que teme que os insurgentes do país vizinho passem a seu território e estendam o regime islâmico extremista que impuseram em grande parte do centro e do sul somali. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG