Polícia procura 12 envolvidos em suposta trama terrorista nos EUA

WASHINGTON - As autoridades americanas procuram cerca de 12 pessoas relacionadas a um suposto complô para cometer atentados nos Estados Unidos revelado na semana passada, disseram fontes ligadas à investigação.

Redação com agências internacionais |

Segundo informou a "CNN", os agentes federais esperam fazer mais detenções em torno deste caso, pelo qual já foram capturados três homens de origem afegã, após uma investigação que levou a várias operações em Denver (Colorado) e na cidade de Nova York.

No sábado passado, o FBI deteve, em Denver, Najibullah Zazi, de 24 anos, e seu pai, Mohammed Wali Zazi, de 53 anos, aos quais tinha interrogado em dias anteriores, acusados de mentir a agentes federais.

No mesmo dia, segundo o Departamento de Justiça informou em comunicado, também foi detido em Nova York o clérigo muçulmano Ahmad Wais Afzali, de 37 anos, em relação à suposta trama terrorista.

Najibullah Zazi, motorista de ônibus do aeroporto de Denver, está no centro da investigação, devido a seus supostos vínculos com um grupo simpatizante da Al-Qaeda.

Na quinta-feira anterior, Zazi depôs nos escritórios do FBI, em Denver, enquanto a Polícia revistava seu apartamento e uma casa próxima que pertencia a Rabia Zazi, tia do detido.

O FBI examinou o computador pessoal de Zazi, colheu impressões digitais e amostras de DNA. No entanto, este negou pertencer a uma célula terrorista da Al-Qaeda.

Segundo documentos apresentados perante um tribunal, em 11 de setembro passado, foi inspecionado um veículo que Zazi tinha alugado, no qual encontraram um computador portátil com instruções para a fabricação e manipulação de explosivos.

Zazi negou ter conhecimento dessas instruções, mas, segundo membros da investigação, admitiu que recebeu treinamento da Al-Qaeda em 2008, no Paquistão, sobre uso de armas e explosivos.

Os promotores pediram que Zazi permaneça na prisão até que se determine a data do julgamento. Está previsto que compareça a uma audiência prévia na próxima quinta-feira, enquanto o advogado dele negou todas as acusações.

Leia mais sobre terrorismo

    Leia tudo sobre: terrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG