Polícia prende dois suspeitos do grande assalto em Londres

A polícia deteve nesta quarta-feira dois homens ligados ao maior roubo de jóias da história da Grã-Bretanha, realizado no dia 6 de agosto em uma joalheria de Londres, anunciou um porta-voz da Scotland Yard.

AFP |

Os dois homens foram detidos hoje, informou a polícia, que não deu mais detalhes por "razões operacionais".

Na sexta-feira passada, a Scotland Yard ofereceu uma recompensa de um milhão de libras (1,65 milhão de dólares) por "qualquer informação que leve à identificação e à prisão" dos autores do assalto, que rendeu mais de 65 milhões de dólares.

Segundo a polícia, a recompensa é financiada pelas seguradoras da joalheria, situada no elegante bairro de Mayfair.

Os criminosos entraram na joalheria Graff, na New Bond Street, elegantemente vestidos, e armados. Depois de ameaçar os funcionários, fugiram com 43 anéis, pulseiras, colares e relógios, em plena luz do dia.

Ao fugirem, os ladrões levaram como refém uma das funcionárias da loja e chegaram a disparar um tiro do lado de fora, sem ferir ninguém. A mulher foi libertada pouco depois.

A Graff, que tem entre seus clientes Paris Hilton, Victoria Beckham e Naomi Campbell, é conhecida por seus diamantes e era detentora do recorde de maior roubo de jóias do país (23 milhões de libras em 2003), quebrado com o crime do dia 6 de agosto.

No dia 10 de agosto, a polícia deteve um homem de 50 anos supostamente ligado ao assalto, mas o suspeito foi solto, sob fiança.

tha/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG