Polícia prende dois bolivianos acusados de escravizar nove compatriotas em SP

São Paulo, 10 set (EFE).- A Polícia Civil do estado de São Paulo informou hoje sobre a detenção de dois bolivianos acusados escravizar nove compatriotas na capital do estado.

EFE |

S.A.S., de 54 anos, e seu filho, E.A.Q. de 25, mantinham as vítimas em uma oficina de costura clandestina no bairro da Mooca, em São Paulo.

Segundo o boletim de ocorrência, a detenção se deu depois de uma denúncia segundo a qual uma família de bolivianos trabalhava desde julho sem receber salário e em condições análogas à escravidão.

No local, a Polícia encontrou sete adultos e duas crianças que viviam em um pequeno quarto no qual trabalhavam 16 horas diárias para os dois bolivianos agora detidos.

"A família se submeteu a essas condições talvez por medo de não conseguir outro emprego", explicou o delegado Itagiba Franco, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil de São Paulo. EFE az/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG