Polícia prende 39 em operação de segurança no metrô de Pequim

Pequim, 14 jul (EFE).- A Polícia chinesa deteve 39 pessoas e confiscou 3.

EFE |

400 objetos ilegais desde o início, no último dia 29, da operação que visa a aumentar a segurança no metrô de Pequim para os Jogos Olímpicos.

Fontes do Birô de Segurança Pública de Pequim, citadas hoje pela agência "Xinhua", declararam que até o domingo quase dois milhões de passageiros passaram pelos controles de segurança.

Os passageiros que descumprirem a lei podem permanecer detidos de 5 a 15 dias.

A maioria dos objetos confiscados era de líquidos inflamáveis, e somente dois mil dos dois milhões de passageiros revistados não aceitaram se submeter ao controle, e optaram por deixar as instalações da rede de metrô.

Os policiais, que contam com cães treinados, detectores de metais e máquinas de raios X, revistaram os passageiros e suas bolsas. Além disso, quem entrasse no metrô com alguma bebida era obrigado a consumi-la. EFE rm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG