Polícia prende 175 de cartel do México e máfia italiana

Policiais de quatro países prenderam 175 pessoas acusadas de tráfico internacional de drogas e ligação a um grande cartel mexicano e à máfia italiana. Em ação coordenada, as polícias dos Estados Unidos e da Itália prenderam suspeitos na região italiana da Calábria, onde a máfia Ndrangheta coordena o tráfico de cocaína.

BBC Brasil |

Nos Estados Unidos, 43 pessoas foram presas no Estado da Geórgia. Os demais suspeitos foram presos no México e na Guatemala.

O secretário-geral dos Estados Unidos, Michael Mukasey, disse que as prisões ocorreram depois de uma investigação de 15 meses. Ele elogiou a colaboração internacional.

Acredita-se que existem ligações entre o cartel mexicano e a máfia italiana. Além disso, o cartel mexicano seria responsável pela exportação de toneladas de drogas da América Latina para os Estados Unidos.

A agência americana de combate às drogas afirmou que três líderes de cartéis foram indiciados.

A política italiana afirmou que a Operação Solare, foi uma das maiores e mais bem-sucedidas ações contra a máfia dos últimos anos.

Segundo a correspondente da BBC em Roma, Emma Wallis, a máfia N'drangheta é famosa por ser cruel e sigilosa, o que dificulta a ação da polícia contra a organização.

Os suspeitos são acusados de tráfico de maconha, tentativa de assassinato, seqüestro, conspiração para uso de arma de fogo em crime violento e conspiração para matar e seqüestrar em países estrangeiros.

Foram apreendidos mais de 16 mil quilos de cocaína, 450 quilos de metaanfetamina, 9 quilos de heroína, 23,3 quilos de maconha, 176 veículos, 167 armas e cerca de US$ 60,1 milhões em dinheiro.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Leia tudo sobre: tráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG