Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Polícia portuguesa vai arquivar caso Maddie

A polícia judicial portuguesa pretende arquivar a investigação sobre a menina britânica Madeleine McCann, 14 meses depois do desaparecimento da criança em uma cidade costeira do sul de Portugal, informa a imprensa.

AFP |

"A polícia não tem provas suficientes que permitam um indiciamento formal do casal McCann no desaparecimento da filha", afirma o jornal Correio da Manhã, que confirma assim uma nota publicada na noite de segunda-feira no site da revista Expresso.

Segundo o Correio da Manhã, o arquivamento da investigação deve ser anunciado nos próximos dias, pois a decisão já foi combinada entre os investigadores e a promotoria.

"A polícia não encontrou culpados", destaca o Jornal de Notícias, que acrescenta que o relatório dos investigadores "se limita a descrever os fatos, sem abrir caminhos para explicar o desaparecimento".

A menina, que tinha três anos, desapareceu na noite de 3 de maio de 2007 quando dormia no quarto de um complexo turístico onde passava férias com a família, enquantos os pais jantavam em um restaurante a poucos metros do local.

O casal McCann, envolvido pela polícia no caso desde setembro, organizou uma ampla campanha internacional para encontrar a filha afirmando estar convencido de que ela foi seqüestrada. Os investigadores portugueses privilegiaram a tese da morte, acreditando que esta poderia ter sido acidental e com o envolvimento dos pais.

lf/fp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG