Polícia peruana detém 2 supostos comandantes do Sendero Luminoso

Lima, 5 fev (EFE).- A Polícia Antiterrorista do Peru capturou hoje dois supostos comandantes do grupo armado Sendero Luminoso na região peruana de Huánuco, a 400 quilômetros ao nordeste de Lima, informaram fontes oficiais.

EFE |

Para o ministro do Interior peruano, Octavio Salazar, estas capturas "são importantes" porque permitem "fechar o cerco" ao camarada Artemio, líder do grupo no vale do Huallaga, importante região produtora de coca e cocaína e onde operam os chamados "remanescentes" do grupo terrorista junto ao narcotráfico, informou uma nota oficial.

O primeiro dos detidos, capturado hoje nas operações Leo III e Cerco 2009, responde pelo pseudônimo de Nacho. Segundo a nota de imprensa, ele é o "suposto responsável financeiro e logístico do Sendero Luminoso em Magdalena, Aucayacu", cidades situadas no nordeste do país.

Segundo a Polícia, esse indivíduo era o encarregado de cobrar cotas a agricultores, madeireiros e contrabandistas. Além disso, era responsável por obter munição e explosivos para os terroristas e recrutar jovens para as os grupos dos camaradas Rubén e Izula. EFE fcg/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG