Polícia persegue macaco selvagem em Tóquio

TÓQUIO - O fugitivo mais procurado do Japão enganou a polícia por quase um mês. Ele fugiu de batidas policiais, correu por plataformas de metrô assustando os usuários e chegou a urinar em público.

AP |

Isso pode não ser uma surpresa, afinal de contas ele é um macaco.

O primata de face vermelha deu dor de cabeça às autoridades de Tóquio desde que apareceu nas ruas da cidade há algumas semanas, conseguindo escapar constantemente da polícia.

"Este macaco nos deixa loucos", disse Tadayoshi Toyama, agente policial do bairro de Kanda, onde o macaco foi visto no último fim de semana. "Ele é muito ágil".

O primata (um macaco japonês) chegou às manchetes pela primeira vez em agosto. Ele apareceu na estação Shibuya e observou a multidão de cima de uma placa que anunciava os horários dos trens antes de fugir de uma dezena de policiais em direção a um parque.

Desde então, o macaco (que algumas autoridades suspeitam ter pego carona num trem perto das montanhas para chegar à cidade) foi visto inúmeras vezes em Tóquio. Mas o animal sempre consegue escapar antes que a polícia o pegue.

Até o momento o animal não feriu ninguém e os moradores locais parecem gostar de sua presença. Em Shibuya, inúmeros usuários do trem e estudantes conseguiram fotografar o macaco com seus celulares.

Mas para a polícia, perseguir o macaco é um trabalho que consome muito tempo. Cada vez que o animal é visto, uma força policial é enviada ao local. A equipe foi mobilizada mais de 10 vezes na semana passada, mas sem sucesso.

Na segunda-feira, o macaco foi visto diante de uma loja observando bananas, mas fugiu antes de conseguir seu café da manhã, disse Toyama.

Mais tarde ele foi visto perto de um restaurante, então sobre um poste, observando a polícia que chegou para capturá-lo.

"Depois disso ele urinou no chão", disse Toyama. "Ele é um problema.

Temos que pegá-lo o quanto antes".

O macaco não feriu ninguém, nem chegou a roubar mercadorias de lojas.

Além disso, ele é tão rápido que as autoridades não conseguiram determinar seu sexo ao observá-lo.

Yoshiaki Sagawa, do Zoológico Ueno, disse que o macaco provavelmente é selvagem pois não apresenta sinais de ter sido domado.

"Provavelmente é um macaco selvagem que se perdeu de sua tropa e veio parar na cidade. Os macacos às vezes agem independentemente e isso pode ter acontecido", disse Sagawa.

O macaco provavelmente sobrevive com água da chuva, folhas e frutos selvagens das árvores dos parques ou do jardim de alguém, ele disse.

Os macacos são animais comuns na região rural do Japão onde geralmente prejudicam as lavouras e mordem humanos. Um aumento recente na sua população faz com que o número de foragidos seja maior.

    Leia tudo sobre: animais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG