Polícia palestina detém homem que trancou os filhos por 20 anos

Jerusalém, 27 ago (EFE).- A Polícia palestina da cidade cisjordaniana de Hebron deteve um homem que declarou que manteve trancados durante 20 anos uma filha e um filho deficientes mentais no porão de casa.

EFE |

Os filhos, que hoje têm cerca de 30 anos, viviam em condições deploráveis em duas cavernas embaixo da casa do detido, e não tinham luz nem ventilação, informa a agência de notícias palestina "Ma'an".

Segundo as investigações preliminares, a mãe dos dois irmãos morreu há alguns anos, e o detido, que se casou novamente, confessou junto à nova mulher que seus filhos eram doentes mentais.

Admitiu que tinha trancado os dois a fim de "evitar a vergonha" de suportar as chacotas de pessoas próximas por ser pai de crianças "anormais", segundo ele descreveu.

Os dois irmãos foram levados para um centro médico, onde recebem tratamento psicológico.

A Polícia palestina disse que encontrou os dois irmãos em cavernas na aldeia de Beit Awa, ao oeste de Hebron, durante investigações em busca de contrabandistas de drogas e armas. EFE db/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG