Polícia mexicana tira 2 brasileiros de caminhão; grupo tentava chegar aos EUA

Comitán - A Polícia mexicana resgatou hoje, no estado de Chiapas, dois brasileiros e mais 78 imigrantes ilegais que, no fundo falso de um caminhão-baú, passavam mal por causa da alta temperatura e da pouca ventilação no interior do esconderijo.

EFE |

Segundo fontes oficiais, muitas pessoas do grupo já manifestavam sintomas de desidratação e falta de ar.

Em um comunicado, a Polícia Federal Preventiva (PFP) disse que o caminhão, que trazia ainda cinco salvadorenhos e 73 guatemaltecos, foi interceptado a cerca de 20 quilômetros da fronteira com a Guatemala.

O resgate só foi possível graças a uma inspeção no veículo, que transportava feno.

De acordo com a Polícia, durante a revista os agentes ouviram ruídos, a partir dos quais conseguiram chegar à entrada do compartimento oculto em que os imigrantes estavam escondidos.

O motorista do veículo, Martín Aguilar Rojas, de 23 anos, preso em flagrante, declarou que não sabia que havia pessoas escondidas no fundo falso.

Os imigrantes foram levados para a cidade de Comitán, onde receberam atendimento médico.

Já o motorista e o caminhão foram colocados à disposição da Justiça.

Em depoimento, os dois brasileiros disseram que pagaram, cada um, US$ 14.000 para entrarem nos Estados Unidos. Já os outros imigrantes declaram ter desembolsado US$ 7.000 à mesma rede de tráfico de pessoas.

    Leia tudo sobre: imigrantes ilegais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG