Autoridades dos EUA ofereciam recompensa de US$ 5 milhões por Jesús Enrique Rejón Aguilar, suspeito de matar agente americano

A Polícia Federal mexicana prendeu Jesús Enrique Rejón Aguilar, terceiro na estrutura de comando do cartel Los Zetas e suspeito de envolvimento na morte do agente americano Jaime Zapata em fevereiro, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

Conhecido como El Mamito, Jesús Enrique Rejón Aguilar foi preso em Atizapán de Zaragoza
AFP
Conhecido como El Mamito, Jesús Enrique Rejón Aguilar foi preso em Atizapán de Zaragoza
Em comunicado, a Secretaria de Segurança Pública federal mexicana indicou que a detenção de Rejón Aguilar, conhecido como El Mamito e um dos fundadores dos Zetas, aconteceu no domingo em uma operação no município de Atizapán de Zaragoza, no Estado do México.

O detido, pelo qual as autoridades dos Estados Unidos ofereciam uma recompensa de US$ 5 milhões (cerca de R$ 7,79 milhões), é o "terceiro no comando” do grupo, "sob as ordens de Heriberto Lazcano, conhecido como El Lazca e Miguel Ángel Treviño Morales, conhecido como El Z-40, de acordo com a secretaria.

Segundo a secretaria ainda, a detenção foi possível graças à "informação gerada a partir de diversas operações", assim como dos trabalhos de inteligência da Polícia Federal em torno das organizações criminosas.

*Com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.