Polícia mexicana prende terceiro no comando do grupo Loz Zetas

Autoridades dos EUA ofereciam recompensa de US$ 5 milhões por Jesús Enrique Rejón Aguilar, suspeito de matar agente americano

iG São Paulo |

A Polícia Federal mexicana prendeu Jesús Enrique Rejón Aguilar, terceiro na estrutura de comando do cartel Los Zetas e suspeito de envolvimento na morte do agente americano Jaime Zapata em fevereiro, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

AFP
Conhecido como El Mamito, Jesús Enrique Rejón Aguilar foi preso em Atizapán de Zaragoza
Em comunicado, a Secretaria de Segurança Pública federal mexicana indicou que a detenção de Rejón Aguilar, conhecido como El Mamito e um dos fundadores dos Zetas, aconteceu no domingo em uma operação no município de Atizapán de Zaragoza, no Estado do México.

O detido, pelo qual as autoridades dos Estados Unidos ofereciam uma recompensa de US$ 5 milhões (cerca de R$ 7,79 milhões), é o "terceiro no comando” do grupo, "sob as ordens de Heriberto Lazcano, conhecido como El Lazca e Miguel Ángel Treviño Morales, conhecido como El Z-40, de acordo com a secretaria.

Segundo a secretaria ainda, a detenção foi possível graças à "informação gerada a partir de diversas operações", assim como dos trabalhos de inteligência da Polícia Federal em torno das organizações criminosas.

*Com EFE

    Leia tudo sobre: los zetasméxicopolíciaeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG