Polícia mexicana encontra 12 corpos de supostos militares decapitados

Chilpancingo(México), 21 dez (EFE) - A Polícia do estado mexicano de Guerrero, sul do país, encontrou hoje 12 corpos decapitados na cidade de Chilpancingo e em um município próximo, informou a Procuradoria.

EFE |

A Procuradoria de Justiça de Guerrero confirmou que nesta madrugada foram encontradas "nove cabeças humanas", presumivelmente de militares, dentro de uma sacola plástica preta junto a um shopping da cidade de Chilpancingo, a capital estadual.

A Procuradoria indicou também que foram localizados os nove corpos decapitados, "amarrados nos pés e nas mãos", em dois lugares diferentes, três deles na estrada federal México-Acapulco e os seis restantes em outra via do estado.

Junto às cabeças foi encontrada uma nota que dizia: "Para cada um que matarem, mataremos dez".

Por sua parte, o pessoal de segurança do Instituto Médico Legal (Semefo) informou que as vítimas apresentam um corte de cabelo em estilo militar.

Aparentemente, os militares foram interceptados no sábado ao acaso por um grupo armado quando saíam das instalações do 41º batalhão de infantaria da 35ª zona militar, com sede em Chilpancingo.

Por outro lado, a Procuradoria revelou que, horas mais tarde, foram encontrados outros três corpos na comunidade de Mochitlán, cerca de 15 quilômetros da capital.

As fontes disseram que entre estes últimos corpos está o de Simón Wences Martínez, ex-diretor das policiais judiciais estadual e municipal. EFE lo/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG