TIJUANA - A Secretaria de Segurança Pública (SSP) federal do México informou neste domingo que deteve Ernesto Parra, conhecido como El Neto, apontado por um atravessador como suposto assassino de um agente da Patrulha Fronteiriça americana, ocorrido na quinta-feira na divisa do México com os Estados Unidos.

Em comunicado, a SSP informou que o suspeito foi detido na sexta depois de ser apontado por um atravessador como o suposto assassino do agente americano Robert Rosas, que recebeu vários tiros, aparentemente do lado mexicano.

As autoridades não explicaram os motivos pelos quais "El Neto" supostamente baleou o agente fronteiriço, que patrulhava o setor Campo (Califórnia), uma zona próxima à fronteira com Tecate, México.

A morte do agente foi criticada por autoridades americanas, entre elas a secretária de Segurança Nacional, Janet Napolitano, que disse na sexta-feira passada que "este ato de violência não ficará sem consequências, nem qualquer outro ato de violência contra a Patrulha de Fronteiras".

Leia mais sobre: México

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.