Polícia mexicana detém suspeito de assassinato de jornalista americano

México, 17 out (EFE).- A Polícia mexicana deteve um suspeito pelo assassinato do jornalista americano Bradley Roland Will, morto em outubro de 2006 durante um violento conflito social no estado de Oaxaca, no sudeste do México, informou hoje a Procuradoria Geral da República.

EFE |

O subprocurador de Procedimentos Penais, Víctor Emilio Corzo, explicou em entrevista coletiva que o suposto assassino é Juan Manuel Martínez Moreno, que foi identificado "graças aos depoimentos de diversas testemunhas".

Em 27 de outubro de 2006, o jornalista americano, que trabalhava para a agência alternativa "Indymedia", morreu com dois tiros quando gravava com sua câmera de vídeo um enfrentamento entre integrantes da Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO) e supostos partidários do Governo do estado.

Martínez é apontado pela Procuradoria Geral como membro da APPO, que em 2006 manteve um movimento de protesto no centro de Oaxaca durante seis meses para exigir a renúncia do governador, Ulises Ruíz. EFE ea/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG