Polícia mexicana detêm 186 imigrantes ilegais, entre eles 15 brasileiros

México - A polícia mexicana deteve na capital do estado de Puebla, na região central do país, 186 imigrantes -inclusive brasileiros- ilegais, entre os quais seis também eram traficantes de pessoas, informaram hoje fontes estatais.

EFE |

Além de 15 brasileiros, os detidos incluíam 100 guatemaltecos, 62 salvadorenhos e 9 hondurenhos, que teriam como destino final a cidade de Houston, no Texas (EUA).

Porta-vozes da Procuradoria Geral de Justiça de Puebla explicaram à agência Efe os detalhes da operação, que terminou com a captura dos imigrantes em uma casa do noroeste da cidade.

No grupo havia 41 mulheres e 145 homens, e junto a eles foram achadas duas caminhonetes.

Além disso, entre os detidos na operação há seis supostos traficantes de pessoas: uma mulher identificada como Florença Postigo, e cinco homens identificados como Francisco Roberto García, Rigoberto Romero, Porfirio Romano Rocha, Mauricio Reina, e Cristian López.

Estes últimos "estavam a cargo do cuidado e mudança dos imigrantes ilegais".

Aparentemente o grupo de imigrantes teria de pagar aos traficantes somas que oscilavam entre US$ 10 mil e US$ 15 mil dólares por levá-los até Houston.

Os detidos serão deportados após passarem pelo Instituto Nacional de Migração.

O México é país de passagem de centenas de milhares de imigrantes ilegais das Américas do Sul e Central que a cada ano o cruzam em busca de melhores condições de vida nos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: imigraçãoméxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG