Polícia mata terrorista mais procurado do Sudeste Asiático

Jacarta - O terrorista mais procurado do Sudeste Asiático e cérebro de muitos atentados na região, Noordin Mohammed Top, foi morto por disparos em uma operação realizada pelas forças de segurança da Indonésia na ilha de Java, informaram fontes policiais.

Redação com agências internacionais |

Noordin, de nacionalidade malásia, foi abatido no transcurso de um tiroteio com os agentes que durante horas mantiveram cercada a casa na qual se escondia junto a vários correligionários.

A polícia da Indonésia lançou uma grande operação de segurança para tentar capturar o militante islâmico.

Imagens transmitidas pelas redes de televisão locais mostram que a polícia invadiu a residência onde Noordin Top estava escondido o que ocasiounou troca de tiros com terroristas que lá estavam.

Noordin é suspeito de ter planejado atentados em Bali em 2002 e 2005, além de outros atentados na Indonésia, inclusive os dois contra hotéis de luxo em Jacarta no último mês.

Ele teria sido um dos principais financiadores do grupo militante Jemaah Islamyiah e acredita-se que, recentemente, ele teria fundado seu próprio grupo.

A Jemaah Islamyiah tem ligações com a rede al-Qaeda e tem um longo histórico de cometer atentados na Indonésia.

Jacarta

Além da operação em Java, os policiais também realizaram ofensivas na capital, Jacarta.

Segundo o porta-voz da polícia, Nanan Sukcarna, outros dois supostos militantes foram mortos e cinco detidos durante uma ofensiva na área de Bekasi, próxima de Jacarta.

Os policiais apreenderam ainda 500 quilos de bombas que, segundo a polícia, seriam usados em outro atentado.

Na ofensiva em Java, policiais cercaram uma casa e trocaram tiros com militantes.

*Com informações da BBC e Efe*

Leia mais sobre Indonésia

    Leia tudo sobre: indonésiajacartaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG