Polícia mata dois manifestantes em distúrbios ocorridos no sul da China

A Polícia matou duas pessoas em um confronto com cidadãos no sudoeste da China, no último episódio de distúrbios sociais que o país atravessa nos meses anteriores aos Jogos Olímpicos, anunciou neste domingo um grupo ativista.

AFP |

O confronto foi registrado no sábado de manhã na remota província de Yunnan, quando mais de mil de produtores de borracha locais protestaram por uma disputa sobre a venda de sua produção, segundo o Centro de Direitos Humanos e Democracia, com sede em Hong Kong.

A Polícia reprimiu o protesto no condado de Menglian e enfrentou os manifestantes, matando a tiros dois deles e ferindo gravemente um terceiro, segundo a organização, que freqüentemente denuncia distúrbios na China.

Dezenas de pessoas foram detidas.

A Polícia local não quis comentar o incidente.

dma/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG