Manila - Pelo menos sete sequestradores morreram durante uma operação da Polícia filipina para libertar uma empresária raptada no domingo em Manila, informam hoje as autoridades locais.

Dois dos sequestradores morreram nesta segunda, durante a violenta operação para soltar Michelle Tan, de 30 anos e empresária do setor têxtil. Os bandidos tinham estipulado um resgate de 2 milhões de pesos (29.600 euros) para libertá-la.

O demais suspeitos mortos a tiros pela Polícia não se encontravam na casa onde Tan estava no momento do tiroteio. Eles foram encontrados na cidade de Caloocan, na Grande Manila, e foram rastreados por seguirem negociando mesmo após a libertação da empresária.

Quase 50 pessoas, segundo organizações independentes, e 20, de acordo com números oficiais, foram sequestradas este ano nas Filipinas.

Leia mais sobre: Filipinas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.