Polícia mata 2 terroristas islâmicos na Argélia

Argel, 13 dez (EFE).- Dois terroristas islâmicos foram mortos por uma unidade da Polícia na localidade de argelina de Maghnia, perto da fronteira com o Marrocos, informaram hoje os serviços de segurança, em comunicado.

EFE |

As forças de segurança, que agiram com base em informações precisas, localizaram as duas pessoas na sexta-feira à noite, no bairro popular de Matmar.

A identidade dos terroristas não foi revelada pelas fontes, mas disseram que eram membros de uma mesma família, que se uniram aos grupos armados em 2005 e que pertenciam à organização Grupo dos Protetores da Pregação Salafista (GPPS).

Este grupo é dirigido por Mohammed Ben Salim e se apresenta como rival da organização Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI), nome adotado em outubro de 2006 pelo Grupo Salafista para a Pregação e o Combate (GSPC).

Salim destacou-se há alguns meses pela publicação na internet de comunicados nos quais condenava os atentados suicidas cometidos pelo AQMI. EFE sk/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG