Polícia mata 2 supostos terroristas em operação na Indonésia

Jacarta, 8 ago (EFE).- Dois supostos terroristas morreram e outros cinco foram detidos em uma operação realizada pelos corpos de segurança da Indonésia na região central de Java, indicaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Após a operação, a Polícia tenta determinar se algum dos mortos no tiroteio ou dos detidos é Noordin Mohammed Top, considerado o "cérebro" de muitos dos atentados cometidos no Sudeste Asiático nos últimos anos.

Segundo os analistas na luta antiterrorista, o malaio Noordin Mohammed Top é quem dirige a finança e logística da organização Jemaah Islamiya, considerada o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático.

A troca de tiros com os supostos militantes da Jemaah Islamiya começou depois que soldados da brigada antiterrorista cercaram uma casa situada no campo, como parte das ações realizadas para esclarecer os recentes atentados cometidos em dois hotéis de luxo de Jacarta, a capital indonésia.

O general da Polícia, Bambang Hendarso, disse à imprensa, que os terroristas resistiram e que dez horas depois de ter sido detectada sua presença no interior da casa, os agentes entraram no local.

Dentro do imóvel no qual dois terroristas morreram baleados por agentes foi localizada cerca de meia tonelada de explosivos. EFE jp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG