Polícia marroquina apresenta membros de rede de imigração clandestina

Rabat, 21 out (EFE) - A brigada nacional da Polícia Judicial marroquina apresentou ao procurador-geral do Tribunal de Apelação de Tânger os membros de uma rede especializada em imigração clandestina, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O grupo, composto de quatro pessoas, incluindo um policial que trabalhava no porto dessa cidade, é dirigido por uma marroquina de nacionalidade espanhola, originária da localidade de Asila (norte), assinalou a agência "MAP".

A detida havia usado sua experiência e as relações estabelecidas com intermediários em imigração ilegal para facilitar a saída clandestina do país de um número indeterminado de pessoas, às quais fornecia documentos de identidade falsos.

O comparecimento dela e a dos membros de seu grupo se produz após a detenção, em 8 de outubro, em Barcelona, de 50 imigrantes clandestinos em posse de cartões de residência e passaportes falsos, que foram descobertos pela Polícia ao fazer escala na cidade antes de seguir viagem com destino a Gênova. EFE mgr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG