Polícia liberta suspeito de ser autor de ameaças a Sarkozy

PARIS (Reuters) - Um homem preso sob suspeita de enviar ameaças de morte ao presidente da França, Nicolas Sarkozy, e outros importantes políticos foi libertado sem acusações na quinta-feira, disse a polícia. Sarkozy, vários de seus ministros e outros políticos receberam envelopes nas últimas semanas cada um contendo um cartucho de 9 milímetros e cartas idênticas sem autor e com mensagens como vocês são todos homens mortos.

Reuters |

O homem havia sido denunciado pela sua ex-mulher, que disse a investigadores na cidade de Montpellier, no sul do país, que ele havia enviado a ela cartas similares no passado, disse uma fonte policial.

O homem, um especialista em computadores, negou ter enviado as cartas. Investigadores não encontraram evidências ligando-o às ameaças, e ele foi solto sem acusações na quinta-feira.

(Reportagem de Thierry Laveque)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG