Polícia liberta palestina que pai trancou em banheiro por 9 anos

Confinamento começou quando jovem tinha 11 anos; segundo pai, ela ficou presa com castigo por 'briga familiar'

EFE |

A polícia palestina libertou neste domingo uma jovem cujo pai a manteve trancada por nove anos em um banheiro na cidade de Qalqilya, no norte da Cisjordânia, segundo a agência de notícias palestina Wafa.

De acordo com a polícia, o pai justificou o confinamento da filha, de 20 anos, como um castigo por uma "briga familiar", cujos detalhes são desconhecidos. Os agentes entraram na casa após denúncias de vários vizinhos.

Num primeiro momento, o pai tentou impedir que entrassem no banheiro trancado, mas a jovem começou a gritar e a polícia obrigou-o a entregar a chave e abriu a porta. Os policiais encontraram a jovem desesperada, junto a um colchão e a uma manta nas pequenas dimensões do local.

O castigo começou quando ela ainda era uma menina de 11 anos em uma casa na localidade de Nabi Ilyas. O confinamento continuou quando a família se mudou para a cidade de Qalqilya. O pai foi detido e a filha está sendo atendida por serviços sociais.

    Leia tudo sobre: palestinosbanheirocisjordânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG