Polícia libera arquivos sobre Madeleine para os pais

A polícia britânica decidiu liberar para o casal McCann parte dos arquivos da investigação sobre o desaparecimento de sua filha Madeleine. A menina desapareceu de um resort na Praia da Luz, em Portugal, no dia 3 de maio do ano passado.

BBC Brasil |

A liberação das evidências acontece depois que Gerry e Kate McCann decidiram retirar um processo de um tribunal britânico para tentar forçar o acesso aos arquivos.

O advogado da família, Tim Scott, afirmou que as informações se referem a ligações feitas aos advogados da família e repassadas para a polícia britânica logo nos primeiros estágios do inquérito.

O porta-voz da família, Clarence Mitchell, disse que as 81 informações cedidas pela polícia podem ajudar a dar continuidade às buscas pela menina.

"Estes arquivos agora serão encaminhados para nossos investigadores que irão trabalhar sobre eles com total prioridade", disse Mitchell.

"Esperamos que com base nos documentos alguém possa desvendar a informação que nos leve até Madeleine".

Em Portugal, a polícia negou que tenha decidido encerrar as investigações por falta de evidências.

A informação havia sido divulgada pela imprensa portuguesa na semana passada, que afirmou que a polícia não dedicaria mais recursos às apurações por falta de fatos.

Kate e Gerry MacCann ainda são considerados suspeitos pela polícia portuguesa no desaparecimento da filha. Eles negam qualquer envolvimento no caso.

A menina foi levada do quarto onde dormia com os outros irmãos enquanto os pais jantavam em um restaurante a poucos metros do apartamento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG