Polícia libanesa detém dois acusados de espionagem

BEIRUTE - A Polícia libanesa deteve neste sábado duas pessoas acusadas de fazer parte de uma rede de espionagem a favor de Israel, informou a imprensa local.

EFE |

Na aldeia de Ganduriyeh, no sul do país, foi detido Nasser Mahmud Nader, enquanto na localidade de Saadnayel, no leste do país, foi detido o vice-governante local, Ziad Homsy, informou a "Agência Nacional de Notícias" ("ANN") libanesa.

Ao ignorar os motivos da detenção de Homsy, os habitantes de Saadnayel bloquearam uma estrada que liga a Beirute, mas o Exército liberou o acesso depois e a situação voltou ao normal.

O canal local de televisão "NBN" afirmou que, na casa de Homsy, os agentes policiais encontraram um equipamento com satélite sofisticado, através do qual supostamente passava informações a Israel.

Na quarta-feira passada, um juiz libanês acusou formalmente de espionar a favor de Israel seis pessoas que estavam detidas, entre elas duas mulheres.

Mais de 20 pessoas foram detidas nas últimas semanas por supostamente espionar para Israel, entre elas um ex-general aposentado da Segurança Nacional, a esposa deste e o sobrinho.

Leia mais sobre: Líbano

    Leia tudo sobre: líbanoprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG