Polícia japonesa encontra corpos de pessoas que podem ter combinado suicídio

Em 2010, mais de 32 mil pessoas se mataram no Japão, boa parte delas motivadas por problemas trabalhistas

EFE |

A polícia do Japão encontrou nesta terça-feira, no interior de um veículo na cidade de Kobe (oeste do país), os corpos de dois homens e duas mulheres que, segundo os primeiros indícios, poderiam ter cometido suicídio coletivo, que teria sido combinado pela internet.

Segundo a versão digital do jornal "Mainichi", a polícia japonesa investiga o caso como um aparente "pacto de morte", que acontece quando duas ou mais pessoas combinam, normalmente através da internet, de se suicidarem juntas.

O jornal destaca que a polícia detectou na segunda-feira um aviso na internet sobre o possível suicídio coletivo, por isso mandou um dispositivo de busca à zona indicada no anúncio, onde um helicóptero encontrou na terça o veículo com os corpos.

As quatro pessoas, de idades entre 20 e 50 anos, teriam se matado inalando uma mistura tóxica de produtos de limpeza.

Os "pactos da morte" dispararam no Japão em 2005, ano no qual 91 cidadãos japoneses se mataram em mais de trinta suicídios coletivos combinados pela internet. No entanto, nos últimos anos o número de casos tinha caído consideravelmente.

Em 2010, mais de 32 mil pessoas se mataram no Japão, boa parte delas motivadas por problemas trabalhistas.

Há algumas semanas, o governo japonês orientou as autoridades locais a aumentar os serviços de consultoria para a população com problemas de emprego e de dinheiro para tentar reduzir a taxa de suicídios.

    Leia tudo sobre: Japãosuicídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG