Tamanho do texto

Roma, 23 mai (EFE).- A Polícia italiana prendeu hoje o mafioso Giuseppe Nirta, procurado pela Justiça e suposto líder do clã Nirta-Strangio.

O mafioso, de 68 anos, foi preso na casa de um parente na localidade de San Luca, no sul da Itália. Nirta é acusado de homicídio e associação com a Ndrangheta, máfia da região da Calábria.

O clã Nirta-Strangio está envolvido no massacre do dia 15 de agosto de 2007 em Duisburg, na Alemanha. Naquela ocasião, seis membros da família rival Pelle Vottari foram assassinados na porta de uma pizzaria.

Nirta estava entre as cem pessoas mais procuradas pelas autoridades e é acusado pelo homicídio de Bruno Pizzata em janeiro do ano passado em San Luca. O crime também seria motivado pela guerra com os Pelle-Vottari. EFE cr/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.