Polícia italiana prende mafioso calabrês procurado há 11 anos

A polícia italiana prendeu neste domingo um importante membro da máfia calabresa, a Ndrangheta, que estava na lista dos 30 fugitivos mais perigosos do país e que era considerado fugitivo há 11 anos, informou o ministro do Interior, Roberto Maroni.

AFP |

Pietro Criaco, 37 anos, foi preso em Africo, perto de Reggio Calabria, a capital da região da Calabria.

"A detenção constitui uma das prisões mais importantes de 2008", comemorou o ministro.

Criaco era procurado desde 1997. Ele foi condenado a 14 anos de prisão por tentativa de assassinato e a outros cinco por associação mafiosa.

Três pessoas foram detidas junto com Criaco, acusadas de ajudar o criminoso na fuga.

A Ndrangheta é considerada uma das organizações criminosas mais perigosas do mundo.

Nos últimos anos se transformou em uma "potência econômica mundial", financiada pelo desvio de fundos europeus, tráfico de drogas e as taxas que a máfia obriga os empresários e comerciantes da região a pagar, segundo as autoridades italianas.

ljm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG