Polícia italiana detém procurado na Argélia por terrorismo

Roma, 22 set (EFE).- Um argelino de 44 anos, para o qual havia uma ordem de detenção com fins de extradição a seu país por pertencer a grupo terrorista, foi detido em Roma pelo corpo especial antiterrorista da Polícia.

EFE |

O detido, foragido desde 2003, estava em um hotel da capital italiana no momento da detenção e tinha um passaporte de nacionalidade irlandesa, informaram hoje fontes policiais.

O suspeito foi levado à prisão romana de Regina Coeli, à espera de sua extradição à Argélia.

Segundo os investigadores, o detido está envolvido em um caso de tráfico de documentos falsos e é relacionado ao Grupo Islâmico Armado.

Sua detenção foi possível quando, em um controle policial de rotina, em 3 de setembro, os agentes observaram semelhanças entre o detido e uma descrição do corpo antiterrorista de um homem sobre o qual havia uma ordem de captura internacional.

Após o controle de rotina, o suspeito foi levado à delegacia, onde foi possível verificar sua verdadeira identidade para depois prendê-lo. EFE ebp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG