Polícia italiana detém mais 2 acusados de reorganizar Cosa Nostra

Roma, 17 dez (EFE).- A Polícia italiana deteve hoje na periferia de Palermo, na Sicília, Sandro Capizzi e Salvatore Freschi, dois fugitivos da vasta operação desenvolvida na terça-feira contra uma rede de mafiosos que planejava reorganizar a cúpula da Cosa Nostra.

EFE |

A operação, chamada "Perseo", aconteceu em várias cidades das regiões da Sicília e da Toscana, no centro da Itália, e terminou ontem com o resultado de 89 detidos, das 99 ordens de detenção emitidas pela Justiça italiana.

Sandro Capizzi é um dos maiores promotores da suposta trama para reorganizar o grupo mafioso siciliano e é filho de Benedetto Capizzi, antigo chefe da Cosa Nostra no bairro de Villagrazia, em Palermo.

A Polícia italiana encontrou ontem à noite, enforcado em sua cela, Gaetano Lo Presti, de 52 anos, um dos detidos na grande operação que permitiu desarticular um grupo que pretendia reorganizar a Cosa Nostra, a máfia da Sicília.

Lo Presti era considerado o chefe da zona de Porta Nuova e foi um dos detidos na operação de terça-feira nas regiões da Sicília e Toscana, na qual 89 foram presos.

Com a operação de ontem, as autoridades deram um duro golpe à Cosa Nostra, que tenta se organizar após a detenção, em 2006, do chefe, Bernardo Provenzano, e de seu sucessor, Salvatore Lo Piccolo, em 2007. EFE mcs/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG