Polícia italiana detém destacado membro da máfia calabresa

Roma, 29 jul (EFE).- A Polícia italiana deteve hoje Pantaleone Russelli, de 35 anos, destacado membro da Ndrangheta, a máfia calabresa.

EFE |

Além de Russelli, a Polícia deteve também hoje outros dois mafiosos, Domenico Elia, de 32 anos, e Domenico Pace, de 31, membros do mesmo clã e considerados seus lugares-tenentes.

A detenção de Russelli aconteceu nos arredores da cidade de Ímola, no norte, onde vivia com sua esposa e dois filhos.

O mafioso não estava armado, nem resistiu aos agentes, segundo informou a Polícia.

Os investigadores suspeitam que ele tenha participado, em 23 de março, do atentado que custou a vida de Luca Megna, de 37 anos.

Russelli era inimigo da família mafiosa Megna, cujo chefe era o próprio Luca Megna.

Quando foi detido, Russelli apresentava problemas em uma perna e mancava. A Polícia não descarta que o traumatismo possa estar relacionado com o atentado a Megna, embora testes médicos ainda vão confirmar isso. EFE JL/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG