Polícia italiana apreende 50 milhões de euros em bens da máfia

A polícia italiana anunciou nesta terça-feira a apreensão de bens avaliados em mais de 50 milhões de euros da Camorra, a máfia napolitana.

AFP |

Os bens, que incluem empresas, imóveis e veículos, pertenciam a cinco mafiosos atualmente detidos ou estavam em nome de 30 testas-de-ferro ligados ao clã Casalesi, o grupo mais temido da Camorra por sua brutalidade.

Entre os cinco afetados pela ordem de embargo está Giuseppe Setola, 38 anos, preso em janeiro e apontado como o chefe do comando que matou cinco africanos em Caserta, o que gerou reações e protestos dos imigrantes.

Setola, chamado de "psicopata", é acusado de planejar ou cometer 18 homicídios.

Setola e o irmão, que também está preso, tiveram apreendidos 28 imóveis, 13 veículos, bares, empresas de construção e lojas de produtos infantis.

bur-kv/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG