Polícia israelense interroga novo chanceler, suspeito de corrupção

O novo chanceler israelense, Avigdor Lieberman, foi interrogado nesta quinta-feira durante um longo tempo pela Polícia por suspeitas de corrupção, indicou um porta-voz policial.

AFP |

Lieberman, que na quarta-feira assumiu suas funções como ministro das Relações Exteriores israelense, foi interrogado pela Polícia "por suspeitas de corrupção, de fraude, de lavagem de dinheiro e por abuso de poder", indicou o chefe da Polícia, Micky Rosenfeld.

Segundo a imprensa, Lieberman, líder do partido ultranacionalista Israel Beitenou (Nossa Casa Israel), havia recebido "somas de dinheiro muito grandes provenientes do exterior" para financiar suas campanhas eleitorais.

Este dinheiro havia circulado graças a empresas fantasmas e diferentes contas bancárias.

A investigação começou há vários anos. Mas nas últimas semanas a Polícia tinha evitado convocar Lieberman devido às negociações que eram realizadas para a formação de um governo depois das eleições de 10 de fevereiro.

Desde quarta-feira, quando assumiu suas funções como chanceler, Lieberman provocou críticas em Israel e no exterior, adotando duras posições frente aos palestinos e aos sírios.

mib/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG