Polícia iraniana prende dirigente de partido reformista

As autoridades iranianas prenderam Azar Mansuri, a adjunta do secretário-geral da Frente da Participação, um dos principais partidos reformistas iranianos.

AFP |

Azar Mansuri, diretora dos assuntos políticos no partido, foi presa na terça-feira à noite, segundo o site reformista Norooznews.

Mohsen Mirdamadi, o secretário-geral da Frente da Participação, também foi detido e atualmente é julgado pela participação nos distúrbios posteriores à polêmica reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad, no dia 12 de junho.

Vinte membros do partido estão detidos.

A Frente da Participação denunciou uma nova onda de prisões, em particular entre os jovens dirigentes do partido.

"A submissão da justiça à vontade dos organismos militares e de segurança é uma chama que incendiará a revolução e a República Islâmica", afirma uma nota do partido.

Quase 4.000 pessoas foram detidas nos distúrbios após as eleições. A maioria foi liberada, mas 140 manifestantes e líderes reformistas continuam presos e são julgados atualmente.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG