Polícia iraniana diz que deteve 35 pessoas durante última manifestação

Teerã, 21 set (EFE).- A Polícia iraniano revelou hoje que 35 pessoas foram detidas na sexta-feira passada em Teerã, durante a manifestação convocada pelo regime em apoio aos palestinos e que a oposição aproveitou para protestar contra o presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad.

EFE |

Os agentes atuaram com "seriedade" contra os autores dos distúrbios e detiveram 35 pessoas, disse o comandante da Polícia de Teerã, em declarações citadas hoje pelo jornal reformista "Arman".

"Naquele dia, algumas pessoas cometeram irregularidades na (praça de) Haft-e Tir e na rua Motahari, onde incendiaram quatro motocicletas da Polícia e vários contêineres de lixo", disse.

A Polícia iraniana tinha informado no sábado passado sobre a detenção de "várias pessoas" durante a manifestação do Dia de Jerusalém em Teerã, mas sem precisar o número.

O chefe do gabinete de imprensa da Polícia de Teerã, coronel Mahdi Ahmadi, citado pela agência "Ilna", tinha dito que estas pessoas tentavam danificar os bens públicos.

"Durante a manifestação do Dia de Jerusalém, em Teerã, houve um grupo pequeno que andou da praça de Haft-e Tir a à de Vali Asr gritando palavras de ordem fora do tema da manifestação", disse Ahmadi.

Os iranianos aproveitaram a comemoração do Dia de Jerusalém na sexta-feira passada para realizar uma manifestação de protesto contra o regime de Teerã, ao qual acusa de ter manipulado o resultado das eleições de 12 de junho a favor de Ahmadinejad.

Os partidários do denominado movimento verde, que votaram nas presidenciais no candidato reformista Mir Hussein Moussavi, se apoderaram das ruas centrais frente a uma minoria de simpatizantes do regime e a manifestação acabou em uma batalha campal.

A Polícia antidistúrbios, apoiada pelos milicianos islâmicos Basij, reprimiram duramente os simpatizantes de Moussavi, que responderam jogando pedras e garrafas. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG