Polícia iraniana anuncia 50 detenções em protestos

Teerã, 31 jul (EFE).- A Polícia iraniana informou hoje que 50 pessoas foram detidas nas manifestações de quinta-feira em Teerã.

EFE |

Segundo a agência "Mehr", o comandante da Polícia da capital, general Azizolah Rayabzadeh, disse que ontem "50 pessoas foram detidas" por "tentar causar distúrbios na cidade".

O alto comando da Polícia de Teerã afirmou ainda que essas pessoas foram detidas num cemitério na zona sul da de Teerã e numa mesquita na região central.

"Muitas pessoas também se reuniram em outras ruas e jogaram pedras em agentes da Polícia, vários dos quais ficaram feridos", acrescentou Rayabzadeh.

O general também desmentiu o registro de mortes entre os manifestantes de Teerã e destacou que quase não houve danos materiais nos confrontos.

"Felizmente, durante o dia de ontem, o patrimônio público não foi danificado", disse Rayabzadeh. De acordo com o chefe de Polícia, apenas contêineres de lixo foram incendiados, o que causou grandes engarrafamentos.

Ontem, Mir Hossein Moussavi e Mahdi Karrubi, dois dos candidatos derrotados nas eleições presidenciais de 12 de junho, denunciadas como fraudulentas, foram até o cemitério sul de Teerã para lembrar o 40º dia do "martírio" das vítimas dos protestos pós-eleitorais na capital.

O ato, que reuniu um grande número de eleitores de Moussavi, acabou com violentos confrontos com a Polícia e a milícia Basij (pró-governista).

Depois, os manifestantes se reuniram nas ruas do centro de Teerã, ao redor da grande mesquista da cidade, ainda em obras. EFE msh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG