Polícia investiga 20 suspeitos por incêndios na Grécia

Atenas, 27 ago (EFE).- A Polícia grega investiga 20 moradores da localidade de Grammatikos, a 40 quilômetros de Atenas, por suspeita de envolvimento nos incêndios que arrasaram 20 mil hectares perto da capital grega.

EFE |

As investigações começaram após uma denúncia do chefe dos bombeiros sobre a atividade suspeita de indivíduos em 7 de julho perto de um depósito de lixo em obras, cuja construção pretendiam parar.

Um promotor acusou então quatro deles de "causar intencionalmente um incêndio florestal" nas proximidades. Depois, os suspeitos foram soltos após pagar fiança.

De Grammatikos surgiram os primeiros focos no final da sexta-feira passada, que se estenderam a áreas próximas de Atenas, devido aos fortes ventos.

A Polícia revelou que não conta ainda com provas que relacionem a atividade desses moradores da localidade com o início do incêndio da sexta-feira passada, mas investiga os fatos.

A maioria dos habitantes de Grammatikos é contra que seja aberto um depósito de lixo na localidade e prometeu defender suas terras contra a resolução do Ministério de Obras Públicas.

Todos os focos de incêndio dos últimos dias estão apagados, exceto em Karistos, na ilha de Eubeia, onde as chamas reacenderam nas últimas horas, mas a situação está sob controle, segundo os bombeiros. EFE Afb-ll/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG