Polícia interroga dono da escola que desabou no Haiti

O pastor Augustin Fortain, dono da escola que desabou sexta-feira no Haiti matando pelo menos 84 pessoas, foi interrogado neste domingo pela polícia, embora não tenha sido formalmente acusado de nada, indicou o ministro da Justiça à AFP, Joseph-Luc Euchère.

AFP |

"A Justiça haitiana está investigando o caso", indicou o secretário de Estado, dizendo que o pastor estava sendo interrogado, mas que não foi acusado formalmente. "Não vamos agir sob os efeitos da emoção", declarou à AFP.

"Ele está detido na direção central da Polícia judiciária haitiana", disse por sua vez o comissário Renel Costumé, contando que o próprio pastor se entregou no sábado à Polícia.

cre-sf/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG