Nova Délhi, 12 dez (EFE) - A Polícia indiana injetará o soro da verdade no suposto terrorista detido pelos ataques contra a cidade de Mumbai para que confirme tudo o que confessou até agora, informou hoje uma fonte policial.

"Um 'narco teste' pode ajudar a separar a realidade da ficção, porque 'Kasab' poderia ter mentido em alguns pontos ou guardado alguma informação", destacou a fonte em declarações à agência indiana "Ians".

Mohammed Ajmal Amir Imame (conhecido como Kasab) já deu detalhes à Polícia sobre o plano de ataque, o treinamento que recebeu em bases paquistanesas do Lashkar-e-Toiba (LeT) e dados pessoais, segundo a "Ians".

A Índia acusa o LeT, um grupo separatista caxemiriano que opera a partir do Paquistão, de ser o responsável pelos ataques de Mumbai, que ocorreram em 26 de novembro e deixaram pelo menos 164 mortos.

Os investigadores querem também interrogar dois suspeitos, Fahim Ansari e Mohammed Sabauddin, acusados de terem participado da organização dos atentados, traçando mapas de Mumbai e reunindo informação dos alvos depois atacados.

Os dois foram detidos em fevereiro -nove meses antes dos ataques- na região de Uttar, norte da Índia. EFE daa/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.