Polícia indonésia divulga retratos de supostos terroristas suicidas

Jacarta, 22 jul (EFE).- A Polícia da Indonésia divulgou hoje os retratos dos dois supostos terroristas suicidas que teriam cometido os atentados de sexta-feira em Jacarta, que deixaram nove mortos e 50 feridos.

EFE |

As imagens, que estão sendo mostradas aos feridos e a outras testemunhas, foram feitas a partir de duas cabeças encontradas nos dois hotéis de luxo nos quais os atentados foram cometidos.

Atualmente, a principal linha de investigação aponta para uma facção radical do Jemaah Islamiya, braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático, liderada pelo malaio Noordin Mohammed Top, o terrorista mais procurado da região.

Top é acusado de ser um dos responsáveis pelos atentados de Bali em 2002, nos quais 202 pessoas morreram, e de planejar outras ações terroristas.

Fundada em 1995, a Jemaah Islamiya pretende criar pela força um califado islâmico na Indonésia, Malásia, Cingapura e no sul das Filipinas e da Tailândia.

A organização está por trás da maior parte dos grandes atentados cometidos no Sudeste Asiático na última década, os quais deixaram cerca de 260 mortos. EFE jpm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG