Jacarta, 15 jan (EFE).- A Polícia da Indonésia descobriu hoje um arsenal de explosivos, granadas e munição em uma fazenda da província de Java Ocidental, abandonada por seus inquilinos após o duplo atentado que deixou nove mortos em julho passado em Jacarta.

Alertadas por vários moradores, as forças de segurança apreenderam nove caixas com dinamite, várias granadas e um número não especificado de balas do calibre sete milímetros, informou a rede de televisão local "MetroTV".

O arsenal estava escondido no banheiro fechado da fazenda, na localidade rural de Majalengka, a cerca de 200 quilômetros da capital indonésia.

Uma equipe de artífices se deslocou até o local e transferiu o material escondido até o quartel-general da Brimob, a equipe especial de intervenções da Polícia indonésia, na cidade de Cirebon.

O proprietário do imóvel indicou às forças de segurança que dois casais jovens de indonésios que asseguraram ser estudantes do Instituto de Agricultura de Bogor alugaram a casa em junho do ano passado.

No entanto, os inquilinos desapareceram depois dos atentados simultâneos de Jacarta do dia 17 de julho contra dois hotéis de luxo, supostamente perpetrado por um ramo radical da Jemaah Islamiya (YI), o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático. EFE jpm/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.