Polícia holandesa liberta 5 suspeitos de planejar ataque em Amsterdã

Haia, 13 mar (EFE).- As autoridades holandesas libertaram por falta de provas cinco dos sete presos pela suspeita de preparar um atentado a um centro comercial de Amsterdã, anunciou hoje o Ministério Público.

EFE |

Não foi informado se entre os libertados está o parente de Jamal Ahmidan, um dos autores do atentado que matou 191 pessoas em Madri há cinco anos, que se suicidou ao ser encurralado pela Polícia.

Entre os que permanecem detidos, somente um segue sob suspeita de terrorismo, enquanto o outro é acusado de cometer outros crimes.

O prefeito de Amsterdã, Job Cohen, explicou que não foram encontrados indícios de atividades terroristas nas revistas feitas pela Polícia nas casas dos suspeitos nem nos interrogatórios a que eles foram submetidos.

O centro comercial Arena Boulevard foi alvo na quinta-feira de uma ameaça terrorista, alertada por telefone de Bruxelas na madrugada de quarta para quinta-feira.

A ligação dizia que três homens colocariam explosivos para matar o maior número de pessoas possível.

As autoridades informaram ontem à noite da detenção das sete pessoas -seis homens e uma mulher-, todas elas marroquinas naturalizadas holandesas. EFE mr/jp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG