Katmandu, 22 dez (EFE) - Seis jornalistas ficaram feridos hoje quando a Polícia tentou dispersar uma manifestação de repórteres em Katmandu, em protesto contra o recente ataque à sede de um grupo de comunicação por parte de ativistas aliados ao governante Partido Maoísta do Nepal, informaram fontes oficiais.

Um dos repórteres foi ferido na cabeça, acrescentaram as fontes.

"Continuaremos com os protestos até que a liberdade de imprensa e de expressão e outros direitos fundamentais sejam garantidos e os jornalistas sejam protegidos", disse na manifestação o presidente da Federação de Jornalistas nepaleses, Dharmendra Jha.

Ele qualificou de "exemplo de terrorismo de Estado" o ataque deste domingo à sede da "Himalmedia" e a agressão aos repórteres por parte de um grupo de 50 militantes maoístas.

O ataque foi condenado pelas organizações internacionais com sede no Nepal. EFE ms/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.