Polícia espanhola prende rede de exploração sexual de brasileiras

MADRI - A polícia espanhola informou hoje que desarticulou uma rede dedicada à exploração sexual de mulheres brasileiras, em um clube noturno próximo a Madri, durante operação na qual seis homens foram detidos, sendo dois são brasileiros, dois colombianos e dois espanhóis.

EFE |

As mulheres eram aliciadas no Brasil, com promessas de trabalho e, uma vez que chegavam à Espanha, informadas de que tinham adquirido uma dívida de 3 mil euros (US$ 3,78 mil) com a quadrilha.

Então, elas eram transferidas até o clube, em Navas do Rei, nas proximidades de Madri, de onde eram proibidas de sair até saldar toda a "dívida".

A investigação começou após denúncia apresentada por quatro mulheres à polícia, em um dos raros momentos em que conseguiram escapar do forte cerco, já que os criminosos as acompanhavam em todas as suas atividades e lhes impunham normas severas sobre horários, forma de vestir, comportamento na e trato com os clientes.

Durante a operação, a polícia apreendeu dinheiro, uma pistola e farta documentação.

Leia mais sobre prostituição

    Leia tudo sobre: prostituição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG