Polícia espanhola detém cerca de 20 pessoas em rede de corrupção

Estepona (Espanha), 17 jun (EFE).- Cerca de 20 pessoas foram detidas pela Polícia espanhola acusadas de envolvimento com um caso de corrupção urbanística vinculado à Prefeitura da localidade turística de Estepona, no sul da Espanha.

EFE |

Entre os detidos, estão o prefeito do município, o socialista Antonio Barrientos, cuja casa foi revistada durante várias horas por agentes policiais.

Além disso, entre os detidos, estão vários vereadores e funcionários da Prefeitura de Estepona, localidade da província de Málaga.

Os crimes pelos quais os detidos estão acusados são, a princípio, suborno, tráfico de influência, prevaricação e lavagem de dinheiro.

As fontes consultadas pela Agência Efe afirmaram que a investigação se concentra na requalificação de terrenos do município, que era concedidos a diversas sociedades a um preço muito inferior ao de mercado. EFE nac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG