Polícia espanhola detém 7 brasileiros que falsificavam documentos

Madri - A Polícia espanhola deteve 11 pessoas, entre elas sete brasileiros, em uma operação de desarticulação de uma quadrilha que falsificava e distribuía documentos na Espanha.

EFE |

Fontes policiais explicaram que a organização agia há um ano e que os documentos falsificados eram usados para conseguir emprego ou para cometer fraudes bancárias.

Entre os detidos está o suposto autor das falsificações, um jovem brasileiro de 20 anos, especialista em informática, que tinha um laboratório montado em uma residência, aonde ia à noite para fazer as falsificações.

Além de vender os documentos a imigrantes em situação irregular, os detidos cometiam fraudes bancárias, para o que falsificavam documentos de identidade estrangeiros e espanhóis, assim como relações de empregados trabalhistas, entre outros, com os quais pediam empréstimos que depois não eram pagos.

Junto com os sete brasileiros foram detidos na operação três espanhóis e um marroquino.

Segundo as fontes, a quadrilha teria arrecadado dois milhões de euros (US$ 2,8 milhões).

    Leia tudo sobre: espanhaimigrantes ilegaisimigração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG